Concorrência na fotografia: Como se dar bem

Assim como em muitos mercados existentes a Concorrência na fotografia é cada dia mais forte. Desde que não prejudique o mercado, toda concorrência é bem vinda e no final quem ganha é o cliente.

Saiba o que você pode fazer para se sair bem nesta situação e como tirar o melhor proveito possível de um assunto que não é necessariamente negativo para o seu trabalho. 

Pensando nisto escrevemos algumas dicas que ajudarão você a se destacar na concorrência cada dia mais acirrada.

 

Especialização

Se existe uma coisa que você pode fazer para aprimorar sua técnica enquanto fotógrafo e consequentemente ampliar o seu campo de atuação, essa coisa é a especialização. Todo profissional que se preze precisa estar constantemente se atualizando e aperfeiçoando seu trabalho para atrair novos clientes.

 

Fotógrafo x “Apertador de Botão”

Você já tinha ouvido falar na expressão “Apertador de Botão”? Pois é, saiba que existem muitos (muitos mesmo) apertadores de botão infiltrados no ramo da fotografia sob o título de Fotógrafo!

Em uma época onde qualquer pessoa pode ter acesso a uma câmera fotográfica, não basta sair por aí clicando compulsivamente para ser um fotógrafo de verdade.

E é aí que os clientes acabam, muitas vezes, contratando um serviço com valor extremamente baixo e têm um péssimo retorno quando recebem as fotos contratadas.

É preciso lembrar que apenas o preço do serviço não pode (não deveria ao menos) ser o principal aspecto da concorrência. Aqui cabe reforçar o conceito de especialização que trouxemos há pouco.

Confira : Porque os clientes de Fotografia querem benefícios e não soluções?

 

Gostar do que faz

Um tópico muito importante, sem dúvida, e que faz toda a diferença ao apresentar seu trabalho para um novo cliente.

As pessoas falam muito mais além das palavras e o seu cliente vai saber se você realmente gosta do que faz ou se só está usando termos bonitos para convencê-lo a lhe contratar.

Envolver o cliente na forma como você fala do se trabalho pode deixa-lo tão entusiasmado quanto o próprio fechamento do contrato em si!

Confira : 3 dicas para definir o seu público alvo de fotografia e vender muito mais

 

Diferencial

O que há de especial no seu atendimento?

Já falamos disso muitas vezes, mas é sempre válido reforçar que o preço não pode ser a única coisa atrativa para o cliente optar pelo seu trabalho e não pelo trabalho concorrente. Nesse caso, a máxima “menos é mais” não pode ser aplicada.

Cobrar menos só para ganhar da concorrência não faz de você um fotógrafo inteligente, muito pelo contrário. E esse definitivamente não pode ser o diferencial percebido pelos clientes, certo?

Confira : 3 dicas para definir preços para fotógrafos

 

Concorrentes e amigos

Grande parte de seus concorrentes estão ou podem estar muito próximos de você. Isso mesmo.

Quantas amizades você já construiu no ramo fotográfico, não é? Esses mesmos amigos que adquirimos ao longo dos anos são, graças à profissão, nossos concorrentes. E isso é sempre ruim? Negativo! A concorrência, muitas vezes, é a principal razão pela qual o fotógrafo sente-se impulsionado a mudar, criar, renovar e transformar a sua forma de trabalhar. E isso é ótimo.

Você pode, sim, fazer uma pesquisa no mercado e ver o que está sendo oferecido e para qual público, mas sempre tendo em mente que menosprezar todo o seu trabalho, baixando o preço para conquistar um cliente, não será verdadeiramente vantajoso para você e nem para o cliente que, sempre conseguindo descontos absurdos, nunca dará o devido valor e reconhecimento ao trabalho de um profissional da Fotografia.

E você o que acha da concorrência nos dias atuais?

GRÁTIS - Receba dicas de Marketing para Fotógrafos

1 Comentário

  1. Pingback: Estratégia de preços de fotografia - Marketing para Fotógrafos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *