6 dicas como fazer um portfólio de fotografia

Como fazer um portfólio de fotografia?

Neste artigo trazemos algumas dicas de como fazer um portfólio de fotografia.

Quando um profissional está em busca de uma nova oportunidade de emprego é necessário que ele apresente seu currículo para possíveis contratantes, correto?

Mas quando este profissional é um fotógrafo, apenas o currículo não basta. Todo fotógrafo que deseja apresentar seu trabalho de forma completa deve ter em mãos o seu portfólio. E é sobre isso que vamos falar com você hoje.

 

1 – Portfólio online ou impresso?

Essa é uma questão que muitos profissionais ainda têm dúvida, mesmo em uma época tão ligada à internet.

Não há problema algum em possuir um portfólio impresso, afinal, é sempre interessante folhear e rever as suas produções, mas, não deixe de ter seus trabalhos expostos também em um portfólio virtual.

Se você ainda não tem um portfólio impresso. O primeiro passo é escolher as imagens e começar uma diagramação. E aí que começa o seu diferencial. Ter uma diagramação moderna e clean é o primeiro passo para vender a sua fotografia sem ter que abaixar seus preços.

 

Vantagens:

  • Você poderá criar anúncios online
  • Promover seus serviços e novos produtos
  • Utilizar técnicas de marketing para atrair clientes de fotografia.
  • Criar uma lista de clientes e seguidores
  • Estabelecer novas parcerias
  • Divulgar o seu currículo e seus projetos mais importantes
  • Valorizar o seu trabalho com depoimentos de clientes satisfeitos,
  • Obter mais credibilidade e confiança para outros clientes contratarem você.

 

 

como fazer um portfólio de fotografia

Fotografia: Dani Batista

2 – Simples, objetivo e verdadeiro

Um bom portfólio precisa mostrar mais do que os trabalhos que você já realizou, precisa transparecer sua personalidade de forma clara e objetiva.

De nada adianta estar no seu currículo que você é uma pessoa organizada ou detalhista se os seus trabalhos estiverem “jogados” de qualquer maneira no portfólio, sem qualquer noção e/ou critério para tais imagens estarem juntas ou separadas. Além disso, o seu portfólio deve mostrar qual é o seu posicionamento em relação ao seu público-alvo.

3 – Área de atuação

O campo fotográfico é imenso e as possibilidades e assuntos que você pode abordar também são enormes.

Fotografar casamentos? Crianças? Animais? O quê?

Escolha qual tema você quer dar ênfase enquanto fotógrafo e destaque essas informações de forma que a pessoa interessada no seu trabalho perceba isso assim que vir o que você tem a oferecer.

Adicionalmente, o seu portfólio mostrará a forma como você quer ser visto pelos seus clientes. Essa é a maneira ideal de construir valor, mostrando a relação custo x benefício e facilitando a contrução das suas estratégias de preços.

4 – Seleção de trabalhos

Assim como em um currículo, no seu portfólio todos os itens devem contar a seu favor. Escolha muito bem os seus melhores trabalhos.

Produções premiadas, sessões super criativas, trabalhos realizados para outras empresas e marcas, tudo o que você tiver de melhor para apresentar deve estar no portfólio.

Isso pode levar um longo tempo de início, e é bom que leve mesmo! Só analisando com calma cada foto realizada é que você terá certeza de que está construindo um portfólio sólido e disputado.

 

5 – A hierarquia dos trabalhos

Aqui é importante lembrar que os seus possíveis clientes não tem todo o tempo do mundo para ver cada um dos trabalhos que você já fez. Muito menos os mínimos detalhes daquela foto que você adorou, mas que sempre precisa mencionar, para que todos percebam.

Procure apresentar primeiro as produções de maior destaque, para que você consiga prender até o final a atenção e curiosidade de quem estiver avaliando o seu portfólio para um futuro contrato de trabalho.

 

6 – Formas de contato

Em seu portfólio precisa obrigatoriamente constar os seus meios de contato. Imagine se alguém descobre o seu trabalho, fica interessado, e não sabe como falar com você? Frustrante para os dois lados, não é? No caso dos portfólios online, tenha uma área (as chamadas “abas” ou “categorias”) destinada especificamente para isso. E-mail, redes sociais do seu estúdio, cidade e estado onde trabalha e até mesmo seu telefone comercial pode aparecer neste local.

Deixe para passar o endereço completo apenas quando realizar de fato a negociação para evitar qualquer contratempo. Afinal, conseguir um contrato é bom, mas manter a integridade física é bem melhor, não é?

 

Se você ainda não tem um portfólio, depois destas 6 dicas deve ter percebido que está mais do que na hora de cria-lo, certo?

Existem muitas outras plataformas que podem auxiliar você na exposição das suas fotos, deixe que o mundo conheça seu trabalho!

 

Se quiser saber mais, leia os artigos abaixo:

COMO UM PORTFÓLIO DE FOTOGRAFIA PODE AJUDAR VOCÊ A FECHAR CONTRATOS DE FOTOGRAFIA

10 IDÉIAS PARA CRESCER SEU NEGÓCIO DE FOTOGRAFIA

UM BLOG DE FOTOGRAFIA AJUDA TER MAIS CLIENTES

QUATRO MANEIRAS FÁCEIS DE FECHAR MAIS CONTRATOS COM O SEU SITE DE FOTOGRAFIA

 

E não esqueça de deixar o seu comentário ou dúvida, eu respondo todos!

GRÁTIS - Receba dicas de Marketing para Fotógrafos

18 Comentários

  1. Rosy Jesus Vaz

    Li os passos para um portfólio bacana, muito interessante pretendo continuar ampliando conhecimento e isso você esbanja! Meu nome é Rosy Jesus Vaz, trabalho com fotos autorais.

  2. Pingback: negócio de Fotografia

  3. Pingback: Como montar pacote de fotografia

  4. Pingback: Parcerias de casamento para fotógrafos

  5. Pingback: 7 dicas para começar na fotografia Newborn

  6. Jessica Costa

    Para quem não tem condições ainda de ter um site, poderia ser usado um blog para a criação de um portfólio? Qual site indicaria?
    Abs.

    • Oi Jessica,
      Ter um site profissional com o seu próprio nome onde você pode construir o seu portfólio e atrair clientes, custa muito pouco, cerca de R$25 por mês, veja o meu treinamento grátis como fazer aqui.

      Porém se você achar que esse valor é alto, você pode criar um blog amador no wordpress.com ou no blogger que são boas ferramentas.

      Abs
      Leo Castro

  7. Adorei as dicas, estou iniciando agora na fotografia e estou em busca de como divulgar meu trabalho, me ajudou bastante, obrigada mesmo Leo !

  8. Pingback: Como divulgar o seu trabalho de fotografia sem custo - Marketing para Fotógrafos

  9. Pingback: Como um portfólio de fotografia pode ajudar você a fechar contratos de Fotografia - Marketing para Fotógrafos

  10. Pingback: Um Blog de Fotografia ajuda ter mais clientes - Marketing para Fotógrafos

  11. Pingback: Como vender fotografia utilizando o email marketing - Marketing para Fotógrafos

  12. Pingback: Definir preços de fotografia para iniciantes

  13. Pingback: 6 dicas para montar site de fotografia

  14. Claudia Regina

    Muito boas suas dicas de grande valia, muito obrigada, Leo Castro!
    Meu nome é Claudia Regina, mas estou usando Claudia Rosa como profissional.
    Sou carioca, e estou morando a pouco tempo em Belo Horizonte, já fiz algumas fotos lindas aqui em BH. Desejo obter sucesso nesta área que tanto amo!

  15. Pingback: Como começar um negócio de fotografia

Deixe uma resposta para Vanessa Lima Fotógrafa Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *