5 maiores erros em um negócio de fotografia

 

Você está cometendo um dos 5 maiores erros em um negócio de fotografia?

Já parou para pensar que trabalhar com fotografia não é apenas passar 100% do seu tempo clicando?

Ter um negócio de fotografia de sucesso requer muito mais habilidades do que uma técnica fotográfica apurada. Você precisa entender de marketing e negócios.

Em minhas consultorias recebo fotógrafos desesperados que estão cometendo os erros abaixo:

 

Erro #1 – Subestimar os custos do negócios

Como falei, algumas pessoas me procuram para entender sobre Marketing para Fotógrafos e quando projetam seus ganhos não colocam no papel todos os seus custos. Elas pensam da seguinte maneira:


custos fotografo

“Conheço um fotógrafo que cobra R$5.000 para cobrir um casamento de 12 horas. Ele fotografa todo final de semana, ganha R$20.000 por mês. Por isso quero ser fotógrafo de casamento.”

Talvez você pense assim ou conheça pessoas que agem dessa forma. Mas não observar os custos é um erro primário em seu negócio de fotografia. E esses custos são muitos e altos.

Por exemplo em casamentos, um segundo fotógrafo e auxiliares podem custar de R$300 a R$1000,00, ou mais, por casamento. E mais custos de edição, provas, álbum, só para citar os custos variáveis.

Aos custos totais, você ainda tem que incluir os custos fixos como equipamentos, seguros, aluguel e todas aquelas despesas que acontecem todos os meses. Veja mais sobre preços nesse artigo.

 

Erro #2 – Fazer divulgação usando as FERRAMENTAS erradas

Quando estamos começando algo, temos a mania de copiar os outros. Então muitos fotógrafos acham que para atrair clientes precisam gastar rios de dinheiro anunciando em locais errados. FERRAMENTAS ERRADAS, que não dão retorno.

ferramentas erradas Marketing para fotografos

Muitos desses anúncios servem apenas para te deixar + ou – conhecido. Porém não é o tipo de divulgação a ser realizada quando estamos iniciando.

 

Se você está começando, estude muito bem o seu mercado alvo, invista em mídias que tragam resultados e que você possa medir a eficiência. Caso você tenha dúvidas, estude Marketing para Fotógrafos. Com conhecimento mais avançado você pode ir mais longe. Minha dica é que você invista em SEO, Google Adwords e Facebook Ads.

VEJA O  GUIA COMPLETO SOBRE FACEBOOK PARA FOTÓGRAFOS AQUI

Existem muitas formas para divulgar sua fotografia sem custoVocê pode estudar o seu cliente e identificar parceiros que o ajudarão sem nenhum custo. Seja criativo.

 

Erro #3 – Não criar um plano de negócios

Você tem um plano de negócios, certo? Um plano escrito, com as etapas do seu negócio? Com os objetivos e metas para chegar ao sucesso?

Não vale dizer que você tem tudo na sua cabeça. Porque dessa forma não funciona. Um plano de negócios é como um mapa.

mapa marketing para fotografos

Você deve ter um planejamento do passo a passo do seu negócio como montagem do portfólio, criação das redes sociais, identificação do nicho a ser trabalhado, conhecimento do público alvo, criação do site, formação do branding, elaboração da logo, identidade visual, Site, plano de vendas, fluxo de caixa etc.

 

Você deve incluir no seu plano as questões abaixo:

  • Sua missão (o seu “porquê”) na fotografia
  • Estrutura de negócios e descrição (“o que”, “quem” e “onde”)
  • Quem é seu mercado-alvo
  • Estratégia de marketing
  • Estratégia de mídia social
  • Planos estratégicos para lidar com ameaças potenciais de negócios
  • Três objetivos para esse ano
  • Algumas estimativas financeiras e projeções

 

Exercite escrever sobre essas etapas e você verá que as coisas acontecerão mais rapidamente para você.

 

Erro #4 – Fotografar de graça ou a preços irrisórios

Acredite essa prática não sobrevive muito tempo. Porque esse não é o seu público alvo.

Você planeja atender um determinado target, porém monta seu portfólio fotografando outros mercados.

Recebo muitos pedidos de ajuda em meu site, de pessoas reclamando que os clientes não valorizam a sua fotografia.

Lógico que isso iriá acontecer. Ao fotografar de graça ou dando descontos, você atingiu uma parte do mercado que só está preocupada com o preços de banana.

Preço de Banana marketing para fotografos

O mesmo se aplica a serviços a amigos e parentes. Tenha a sua tabela de preços, deixe claro o quanto você cobra. E depois monte uma política especial para parentes e amigos.

Por exemplo, para amigos e parentes, tenho uma política de 10% de desconto nos serviços. E isso é o suficiente. Porém, sempre envio a tabela normal, e digo a eles que tenho uma política especial de descontos para amigos e familiares.

Dessa forma ao receber solicitações de orçamento que vem do boca a boca, não preciso argumentar muito.

 

Erro #5 – Achar que as dificuldades serão pequenas

Simplificando, muitos fotógrafos amadores estão se tornando profissionais, porque acreditam erroneamente que ser um fotógrafo profissional é fácil.

E não é.

A maioria dos fotógrafos que estão na área há mais de 2 anos declaram que achavam que seria mais fácil do que foi. E outros se arrependem de terem largados seus empregos formais.

Porque não é só fotografar. Você tem que gerir o negócio de forma profissional.

O glamour que envolve a fotografia passa uma percepção de “ficarei RICO rapidamente”

Como sabemos, apertar o botão da câmera exige menos de 20% de todo o trabalho que um negócio de fotografia exige.

O ponto aqui é que pensamos que iria ser fácil para começar, que o marketing é algo que somente as grandes empresas fazem, que as nossas fotografias vão vender-se sozinhas e tudo o que precisamos fazer para ser artistas e fotógrafos é clicar o botão e em seguida, brincar com Photoshop.

Certa vez, em uma palestra vi um grande fotógrafo dedicando dez minutos para mostrar a sua receita de sucesso que era: “TRABALHE DURO”.

Eram três slides ou mais com essa frase.

Muitos riram. Mas era a mais pura verdade.

Então saiba, trabalhe duro, pois não será nada fácil.

 

Conclusão

Ao longo desse artigo vimos um pouco dos 5 principais erros em um negócio de fotografia que são:

  • Subestimar os custos do negócios
  • Achar que divulgação paga é imprescindível
  • Não criar um plano de negócios
  • Fotografar de graça ou a preços irrisórios
  • Achar que as dificuldades serão pequenas

Agora você pode ser capaz de evitar esses erros e continuar a desenvolver o seu negócio de fotografia de forma rentável. Construindo algo que você vai se orgulhar.

Se você tiver dúvidas eu posso te ajudar. Deixe seu comentário.

GRÁTIS - Receba dicas de Marketing para Fotógrafos

16 Comentários

  1. Olá Leo Castro!
    Abri um estudio a pouco mais de duas semanas, não quero entrar em desespero (risos). Preciso de ajuda de como atrair clientes….
    Grata. Vanessa

  2. Newton Batista

    Obrigado pelas dicas! Apesar de ter começado a fotografar a muito tempo, e ter me afastado para me dedicadar a outras áreas, estou de volta a fotografia e sei que essas informações vão me ajudar bastante ao retorno do mercado fotográfico.

  3. Lígia Katze

    Muito bacana as suas dicas! Eu enfrento esse problema com alguns clientes que choram por um preço mais barato. Como estou me profissionalizando, eu achei interessante pegar três preços concorrentes e mostrar o meu mais em conta. Assim se o cliente realmente quiser fechar comigo, não vai ter como contra argumentar! 😉

  4. Larissa

    Boa tarde! Meu namorado é fotógrafo, e está montando seu estúdio agora. Parcerias com lojas já famosas na nossa região, são interessantes? Digo mesmo de forma gratuita, a loja nos empresta os vestido e acessórios por exemplo, nós encontramos uma modelo que fará as fotos (Alguém de influência na nossa cidade) e todos nos divulgaremos. Pode ser bobagem fazer esse tipo de parceria?

  5. jessica

    Tenho muita dificuldades.

    Me ajuda por favor

  6. Ola leo excelente artigo,ja li muitas vezes sobre plano de negocio,porem nao consigo criar um,nao tenho ideia de como começar um plano de negocio…

  7. Angela

    Olá, vi aqui e em outra postagem vc acha que é melhor fazer os primeiros “ensaios” gratuitos, do que cobrar barato? Estou na mesma situação que sua esposa fui convidada pra fotografar uma festa da filha de uma amiga. Porque não cobrar abaixo do mercado pra montar meu portfolio, e por falar em portfolio, seria interessante um físico, ou apenas uma fanpage da certo? Muito obrigada pela atenção. Aguardo resposta

    • Oi Angela,
      Por conta do posicionamento.

      Se vc começar assim, todos podem querer esse preço sempre.
      E vc ficar presa a ele.

      Mas pode tentar. É só uma sugestão.

      Abs
      Leo Castro
      Marketing para Fotógrafos

  8. Fala Léo Castro, tudo bem?

    Primeiramente quero dizer que esse site está me ajudando muito. Esse texto, esta ótimo!
    Sou iniciante na fotografia profissional e estou construindo um portfólio.
    Tenho uma pergunta:
    Você acha errado eu escolher um casal ou uma gestante, com o perfil que acho adequado, para um ensaio de portfólio gratuito?
    Obs: Esse portfólio seria direcionado a um público específico e as fotos seriam feitas a minha maneira. Não cobraria nada dos modelos, mas eu também não me comprometeria com quantidade de fotos e eles me autorizariam formalmente a utilização de suas imagens.

    Obrigado pela atenção.

    Rodolfo Alvarenga

    • Oi Rodolfo, Não acho errado você escolher um casal ou uma gestante, com o perfil que acha adequado, para um ensaio de portfólio gratuito, não.
      Mas selecione esses modelos para servirem de padrão para o seu público.
      É melhor fazer assim do que cobrar muito barato.

      abs
      Leo

  9. Pingback: 5 erros comuns ao começar um negócio de fotografia | Savaris – Paixão por fotografia

  10. Mauricio de Souza Real

    Excelente como sempre …gosto das dicas de vcs e venho aplicando em meu negócio….www.mauriciosouza.fot.br parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *